nunca mais rosas mancharão meu ventre
Terça-feira, 25 de Abril de 2006
Ode à Liberdade

 

 (...)

Leva-me ao teu sopro, éter divino,

Porque me queima a sede das alturas

E o meu amor se oferece sem limite;

E és tu que abres as asas aos condores,

És tu que ergues os astros ao zénite.

 

Toma-me nas tuas mãos de sagitário,

Faze de mim o arco retesado

Pelo teu braço e a tua força inquieta,

Pois, quando o meu desejo atinge o alvo,

És tu o impulso que dispara a seta.

(...)

 

Jaime Cortesão


Fotografia: http://portodaspipas.blogs.sap

publicado por Mar às 17:29
link do post | atirar rosas! | favorito
|

4 comentários:
De Menina Marota a 25 de Abril de 2006 às 19:22
A Poesia de Jaime Cortesão, tantas vezes esquecido. Gostei de o ler aqui, neste momento...

Um abraço e bom feriado ;)


De Mar a 25 de Abril de 2006 às 21:18
Obrigado pela visita e comentário. Visitei o teum blog, que me agradou muito e percebi que temos em comum o gosto pela poesia. Pena não me ter sido possivel deixar um comentário. Beijo.


De Menina Marota a 25 de Abril de 2006 às 19:24
A Poesia de Jaime Cortesão, tantas vezes esquecido. Gostei de o ler aqui, neste momento...

Um abraço e bom feriado ;)


De Maria Papoila a 26 de Abril de 2006 às 20:05
Belíssima, rigorosa a escolha de Jaime Cortesão para hoje! Beijo


Comentar post

pesquisar
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Adeus

Primavera

Quando?

Faz-me o favor...

Amigos

hoje o amar...

hoje o mar...

Nocturno III

Nocturno II

Nocturno I

arquivos

Dezembro 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

favoritos

Véspera

Carícia

Postal

Sossega

Final de mini-férias

Viagens

Daninha

links
Oil Of Angels - Co...
, Oil of Angels
Support Amnesty International
Cool Slideshows

free counter
rosas

Aidez FREDI en mettant cette bannière sur votre site
blogs SAPO
subscrever feeds