nunca mais rosas mancharão meu ventre
Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
saudade

   

cansada da mulher durante o dia à tarde meus olhos ardentes procuram o teu rosto. apetece um ombro a cheirar a terra. da terra vou sabendo o nome inteiro. de ti lembro o verde, o castanho, o ouro. com os olhos rasos de lágrimas entrego-me a um choro quente e febril.  sem te encontrar à noite deito-me ao pé do teu retrato e entro no sonho como num bosque escuro.


Fotografia: Mar

publicado por Mar às 23:25
link do post | atirar rosas! | favorito
|

6 comentários:
De Maria Papoila a 30 de Junho de 2006 às 00:26
Olá Mar:
Lindíssima esta foto de um campo lavrado.
Que saudades do cheiro a terra molhada numa tarde de Verão...
Texto belíssimo sob a vastidão da saudade.
Beijo


De Nilson Barcelli a 30 de Junho de 2006 às 12:33
Isso é que é saudade a valer.
Beijinhos e bom fim-de-semana.


De isa&luis a 1 de Julho de 2006 às 10:13
Olá menina,
Imagem linda, palavras que nos falam de saudade, o tempo alivia mas a dor fica

Deixo te um poema meu

Chuva na vidraça

A chuva bate na vidraça e, levemente,
sinto a apatia envolver-me docemente.
Deixo a minha alma entoar o cântico
da solidão, que congela todo o meu ser
e transforma a minha vida num mar turvo.
Escondo-me desde o amanhecer,
sou tão pequena, tímida e enjeitada,
que até parece que nasci amaldiçoada
pelos golpes desenhados na minha pele
nesta luta diária sem rumo nem liberdade.
Continuo ensaiar a tristeza com um sorriso,
banhando-me no rio do esquecimento
enquanto caminho e corro atrás do tempo.

beijinhos muitos para ti

Isa


De maresiasuave a 2 de Julho de 2006 às 19:20
Ola:)) Gostei mt do teu Blog e dessa imagem fantastica. palavras subtis e belas...cheias de
saudosismo...
Voltarei brave deixo convite

Maresi@


De António a 2 de Julho de 2006 às 19:28
Saudades quem as não tem ? Julho . Terras áridas e quentes.
Saudades de tempos idos que têm a cor da terra. António da Louletania


De paulo a 3 de Julho de 2006 às 01:15
Mar, mãe natureza, expressão calma do mundo bucólico, cheiro a terra e a ervas, flores ao longe, sussuros mil, como é bom sentir a terra, como é bom passar o tempo entre as árvores do teu jardim. Beijinhos ;)))


Comentar post

pesquisar
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Adeus

Primavera

Quando?

Faz-me o favor...

Amigos

hoje o amar...

hoje o mar...

Nocturno III

Nocturno II

Nocturno I

arquivos

Dezembro 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

favoritos

Véspera

Carícia

Postal

Sossega

Final de mini-férias

Viagens

Daninha

links
Oil Of Angels - Co...
, Oil of Angels
Support Amnesty International
Cool Slideshows

free counter
rosas

Aidez FREDI en mettant cette bannière sur votre site
blogs SAPO
subscrever feeds