8 comentários:
De XannaX a 30 de Abril de 2006 às 14:07
Obrigado pela fotografia. ficou linda nos diálogos!
Vejo-te bucólica ...


De Maria Papoila a 30 de Abril de 2006 às 14:31
"invisto-me no arco-íris que invento" Muito lindo! Foto maravilhosa. Beijo


De Carlos a 30 de Abril de 2006 às 18:23
Quero acordar nos teus braços e sentir o calor deles ao me envolver,

quero deitar-me no chão sendo tu meu tapete e me aqueceres,

quero abrir os olhos, olhos em redor e vislumbar, a tua presença,

quero despir-me da minha mágoa, encher-me de ilusão, deliciar-me com os teus desejos cobertos de paixão,

quero inundar-me de carícias tuas, num rio onde o seu leito jamais secará, pois é feito de amor,

quero viver da doçura dos teus lábios, porque jamais amargar-se-ão,

quero ouvir o timbre da tua voz,

quero rejeitar tudo... quero

amar-te agora e sempre.

quero viver para ti porque TE AMO!



De Mar a 30 de Abril de 2006 às 19:35
Lindo poema Carlos. Obrigado.Um beijo.


De Louco de Lisboa a 30 de Abril de 2006 às 22:55
Olá Mar, vim conhecer o teu sal...
Nada melhor do que ser recebido com uma poesia que fala de coisas que eu tanto aprecio e a poucas horas de entrarmos no meu mês preferido. Adoro Maio, tão bom que tem sido para mim este mês, vou ver com o que me vai presentear neste ano.
Deixo-te um beijo, até outro momento...

OBS: Faltam X caracteres, vou guardá-los para outras ocasiões.


De Mar a 1 de Maio de 2006 às 23:24
Espero que sim...


De isa&luis a 1 de Maio de 2006 às 00:37
Olá menina do Mar,

Uma imagem linda com a força das tuas palavras, fica uma tela perfeita.

Beijitos salgaditos

Isa


De mitro a 1 de Maio de 2006 às 21:41
Belo tom de Branco!


Comentar post