7 comentários:
De Lobo Solitário a 1 de Maio de 2006 às 14:44
A Primavera que se lixe. Prefiro o Outono.


De Mar a 1 de Maio de 2006 às 15:04
:-) Pois eu tb gosto muito do Outono. E do Verão. E do Inverno.


De Maria Papoila a 1 de Maio de 2006 às 20:23
Mar que bela foto e poema.e lembrei-me ao ver o comentário do lobo, e da tua resposta do meu livro do Jardim Escola João de Deus "Os Quatro Vestidos da Terra". Beijo


De Mar a 2 de Maio de 2006 às 16:26
É verdade... inspirado em Pestallozi, João de Deus defendia que as crianças eram um jardim e os educadores os jardineiros... e desenvoolviam o curriculo à volta dos ciclos da natureza... da vida... todos eles são importantes e têm a sua beleza... A nossa postura e bem estar define, de certa maneira, o nosso olhar e o nosso sentir...
Beijo grande


De M a 2 de Maio de 2006 às 23:30
Luminoso este post. Pacifica-nos.
Grata pela visita ao meu recanto. :-)


De Carlos a 3 de Maio de 2006 às 16:36
Delicado e imprevisto é esse amor,
que surgiu, de repente, como o vento.
Beija-flor cheio de contentamento,
afobado em sugar todo o esplendor.

Como o homem, adorando com fervor,
sua deusa, seu ar, seu alimento,
entornando no rosto o sentimento,
devolvendo à palheta a sua cor.

Somos nós, encontrando na paixão
a verdade da vida e a razão
de provar cada dia de uma vez.

É que a fome é tão grande e tão intensa,
que não cabe no peito de quem pensa.
Ser feliz é a mais doce insensatez


De isa&luis a 4 de Maio de 2006 às 01:09
Olá menina do mar,

A imagem é linda e a Primavera reflete na força das tuas palavras.

Gostei muito!

beijinhos muitos para ti

Isa



Comentar post